Brasil Dairy Trends 2020

265 embalagens e as macrotendências do setor Brasil DairyTrends 2020 Figura 10.1 Embalagens de produtos para enriquecimento da dieta com alto teor de proteína. Fonte: http://www.newmillen.com.br/whey-flakes ; http://maismu.com.br/. http://www.verdecampo.com.br Figura 10.2 Embalagens de produtos para enriquecimento da dieta que agregam iogurtes com alto teor de proteína, frutas e cereais. Fonte: Divulgação. O iogurte grego está entre os produtos da categoria que aproveitaram a popularidade das proteínas. Chegou ao Bra- sil em 2012 e, atualmente, todas as principais empresas de laticínios do País possuem a sua linha de iogurtes gregos, com apelo para o alto teor de proteínas. No entanto, esse mercado deve alcançar a maturidade em breve e as inovações serão importantes para manter o interesse dos consumidores. Nesse caso, as embalagens podem contribuir agregando di- ferentes sabores, misturas e conveniência. Embalagens com duplo compartimento foram lançadas pelas marcas Stony- field Farm, Fage e Chobani para misturas de frutas. No Bra- sil, tivemos também o lançamento da embalagem do iogurte Yorgus de 500 g. Segundo o proprietário da marca, a ideia foi atender os clientes que compram uma grande quantidade de potes por visita ao supermercado. Aproveitando a emba- lagem, a empresa lançou também o primeiro Yorgus Integral, para o uso culinário e para a nova onda de dietas paleos – que são ricas em gorduras e proteína (Figura 10.3). A associação de produtos ricos em proteína com frutas, cereais, vegetais e sementes está cada vez mais presente na vida das pessoas que buscam melhorar a qualidade da ali- mentação. Além do aporte de fibras, as frutas, cereais, vege- tais e sementes auxiliam no controle do apetite, com o forne- cimento de vitaminas e sais minerais associadas em alguns casos ao baixo índice glicêmico. Para esse tipo de produto que associa alimentos mais se- cos (baixa atividade de água) com alimentos mais úmidos, como é o caso dos iogurtes e alguns tipos de queijos, o objeti- vo é que a mistura dos ingredientes seja realizada somente no momento do consumo, preservando a crocância do alimento seco. Nesse caso, utilizam-se embalagens para cada ingre- diente (seco e úmido), em que a embalagem para o ingredien- te seco exerce também o papel da tampa. Como exemplos desse tipo de embalagem pode-se citar a dos produtos Savory, da sueca Züger; Protein, da dinamar- quesa Arla, e Greek Cereal Bowl da americana Kellogg’s (Fi- gura 10.2), todas em embalagens com compartimento duplo (BERRY, 2016b).

RkJQdWJsaXNoZXIy MTgxNA==